A cozinha mexicana em 10 dos seus pratos mais saborosos

162
162

P>Pescas, cultura antiga, e sobretudo, comida requintada. O México é um país único, misturando a sua rica história com diferentes culturas e influências como a espanhola, africana, do Médio Oriente e asiática. Os diferentes sabores, cores e texturas fazem da sua cozinha uma grande atracção também para os turistas.

Muitos desses pratos, hoje reconhecidos mundialmente, tiveram origem muito antes da conquista espanhola e conseguiram permanecer, misturados ao longo dos séculos, para fazer uma marca registada. Tanto assim que a gastronomia mexicana foi declarada Património Intangível da Humanidade em 2010 pela UNESCO. Todos estes ingredientes, nos quais o picante se destaca como uma marca distintiva, compõem um panorama de sabores e preparações que é realçado pela enorme quantidade de produtos nativos.

p>Aqui uma revisão da vasta cozinha do México através de 10 dos seus pratos mais típicos e tradicionais.

Pimentas recheadas

A descoberta do ÒinterruptorÓ no cérebro ajudará as dietas a serem eficazes e não o tentará a continuar a comer". 162" en el cerebro ayudará a que las dietas sean efectivas y no tentarse con seguir comiendo." 162
A descoberta do ÒinterruptorÓ no cérebro ajudará a tornar a dieta eficaz e não o tentará a continuar a comer”. 162

Se há um ingrediente que caracteriza a cozinha mexicana, é o chili. Com uma enorme variedade local de especiarias e sabores, são talvez o que mais identifica esta cozinha no mundo. Dado o grande sabor dos mexicanos para comer pimentas em todas as formas possíveis, uma das mais populares é a das pimentas recheadas. O número de receitas existentes é enorme, mas é comum enchê-las com algum preparado de carne e servi-las com molho de cebola e tomate, mais algum acompanhamento de arroz branco ou mexicano (com tomate), uma vez que o arroz entorpece o picante.

Tacos

162
162

Em restaurantes, em barracas de rua ou caseiros, no norte, centro ou sul do país, não há comida mexicana mais popular do que tacos. Há muitas variedades, embora entre as mais comuns estejam os tacos al pastor, carnitas, longaniza, barbacoa ou galinha (entre muitas outras receitas que podem incluir rim, fígado, criadillas ou mesmo olho de carne). A simples ideia da tortilha de farinha de milho envolta numa deliciosa preparação de carne é super eficaz, que ganhou a sua propagação e fama mundial.

Guacamole

162
162

Guacamole, de acordo com a mitologia Toltec, foi um presente do deus Quetzalcoatl ao seu povo, e ele deu-lhe a missão de o espalhar por toda a Mesoamérica. Este molho grosso de abacate, lima, tomate e chile (que em muitos casos também contém cebola e coentro) é um acompanhamento fiel aos tacos, quesadillas, totopos (batatas fritas de tortilha de milho) ou praticamente qualquer outra coisa. Dado que o México é o principal produtor mundial de abacate, não admira que o guacamole seja tão popular.

Quesadillas

162
162

Quesadillas são tortilhas de milho dobradas no meio e recheadas com queijo derretido, embora actualmente possam ter outros recheios à base de carne, camarão, cérebro, cogumelos, chicharrones e muitas outras variedades, e mesmo em muitos casos não têm queijo. Embora exista uma versão que afirma que o nome vem da palavra nahuatl quetzaditzin, isto não é verdade, visto que o seu nome actual é de origem hispânica e sim, deriva de queijo.

Mole poblano

162
162

Um dos pratos mais tradicionais, mole poblano, é um molho com cacau, pimentão, gergelim, nozes, amêndoas, tomate e outros ingredientes, que é normalmente derramado sobre o peru (ou muitas vezes frango ou outras carnes). Há versões que indicam que é um prato pré-hispânico e que nos tempos astecas era servido aos grandes senhores, e há outras que dizem que foi a criação de alguns frades na altura da conquista, mas seja como for, é hoje um dos sabores mexicanos essenciais.

Pozole

162
162

Um prato muito comum durante os feriados nacionais, pozole, é uma espécie de caldo feito de grãos de milho com carne de frango ou de porco e com muitas variações locais em diferentes partes do México. Segundo alguns antropólogos, na época pré-hispânica era um prato cerimonial asteca consumido pelos imperadores e os mais altos sacerdotes, que não tinha nada mais e nada menos do que a carne das vítimas do sacrifício humano. Após a conquista, porém, começou a ser preparada de forma mais popular e principalmente com carne de porco, da forma como é conhecida hoje em dia.

Tamales

162
162

Tamales são consumidos em quase toda a América Latina, um produto do contacto que existiu entre diferentes povos pré-hispânicos. Embora a sua origem não seja clara, existem provas a favor de ser um prato nativo mexicano, pois o seu nome vem do tamalli Nahuatl, que significa “embrulhado”, e também se acredita que o milho poderia ter tido origem no actual território mexicano. A partir daí, teria-se espalhado pelo resto do continente. Qualquer que seja a sua origem, a verdade é que este prato feito de massa de milho recheada com carne, pimenta, fruta ou legumes e embrulhada numa folha de espiga de milho, faz hoje parte da vida quotidiana de muitos mexicanos.

Barbecue

162
162

Não tem nada a ver com churrasco americano, no caso mexicano, a palavra refere-se a uma forma tradicional de vaporizar carne que é popular em todo o México, mas vem dos estados de Hidalgo, Tlaxcala e Querétaro. Originalmente, a cozedura era feita numa cova no solo forrada com folhas de maguey, embora hoje em dia seja feita em fogões lentos ou a vapor. O resultado é uma carne com sabores concentrados que se funde em filamentos. Requintado.

Enchiladas

162
162

Com a ubíqua tortilla de milho laminada, recheado com frango ou queijo e coberto com algum molho, este prato remonta ao tempo dos Maias, e continua a ser um favorito mexicano. Existem versões de todos os tipos, com carne, feijão, legumes ou marisco, e cobertas com vários molhos, alguns dos quais (os menos) não são picantes. É comum que venham com alguma guarnição, que pode mudar de estado para estado.

Muitas minhocas

162
162

Embora, devido ao seu preço elevado, não sejam um prato comummente consumido em todo o país, Os vermes maguey são sem dúvida uma das grandes iguarias mexicanas que são exclusivas do seu território. Consiste em nada mais e nada menos que um prato das larvas que são criadas nos caules do maguey, frito e acompanhado por tortilhas de milho, guacamole e algum molho picante. Também se consome chinicuil, um verme semelhante mas de cor avermelhada (ao contrário do verme maguey, que é branco). Podem parecer repugnantes para alguns, mas são uma verdadeira iguaria.

Para apreciar iguarias da gastronomia mexicana, estes são alguns dos restaurantes recomendados, que durante todo o mês de Março estão a participar no Oleo Mexican Food Month com um desconto de 30% ao fazer a sua reserva aqui.

Catrina

Uriarte 1830, Palermo, CABA

Alfredo Bufano 3917, Francisco Alvarez, Zona Oeste

Av. Pte. Juan Domingo Perón 388, Muñiz, Zona Oeste

Bartolomé Mitre 286, Lomas de Zamora, Zona Sur

Guatemala 4540, Palermo, CABA

Larrea 1535, Recoleta, CABA

Bartolomé Mitre 286, Lomas de Zamora, Zona Sur

Guatemala 4540, Palermo, CABA

Larrea 1535, Recoleta, CABA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *