Abençoada é a vossa luz, Mana – Camino Latino

Blessed é o lugar, e a razão de lá estar,
Blessed é a coincidência,
Blessed é o relógio, que nos põe mesmo a tempo lá,
Blessed é a vossa, presença.

p>Blessed God for meeting us, on the road,
And of taking this loneliness, from my fate.

p>Blessed the light, blessed the light of your gaze,
br>Blessed the light, blessed the light of your gaze,
From the soul.

p>Olhos sem olhos, que me evitam,
Simulado desde que me ignoraram,
E, de repente, segura o olhar.

p>Deus sem olhos por nos encontrar, na estrada,
E de tirar esta solidão, do meu destino.

p>Sem a luz, abençoou a luz do teu olhar,
br>Sem a luz, abençoou a luz do teu olhar,
Oh.

p>Glória divina, deste boa sorte de bom senso,
E encontrar-te ali mesmo, no meio do caminho,
Glória ao céu para te encontrar agora,
Para te levar a minha solidão, e corresponder ao meu destino,
No mesmo destino.

p>Sempre a luz, abençoou a luz do seu olhar,
Sempre a luz, abençoou a luz do seu olhar,
Sempre o olhar,
Sempre o olhar da alma, o seu olhar,
Sempre o olhar, abençoou o olhar,
Sempre o olhar, abençoou o olhar,
Sempre o olhar da alma e abençoou a sua luz,

p>Seu olhar, oh, oh, oh, oh, oh,
Eu digo que é tão abençoada a luz, o amor, o amor,
Despediu o relógio e abençoou o lugar,
Despediu os teus beijos perto do mar,
E o teu olhar, amor, amor,
Como abençoou o teu olhar, o teu olhar amor.

p>Publicado por camille
Le mercredi 14 novembre 2007

Réagissez à cet article !

Réagissez à cet article !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *