ads (Português)


Abstract

Complexos Ligados ao Hidrogénio.

O ambiente de baixa temperatura de uma expansão supersónica é um excelente laboratório para estudar o comportamento conformacional de complexos ligados a hidrogénio. O nosso grupo observou pela primeira vez ligações axiais e equatoriais de hidrogénio em complexos de tetrahidropyran, sulfureto de pentametileno e sulfureto de trimetileno com HCl e HF gerados em expansões adiabáticas em He, Ne ou Ar e caracterizados por espectroscopia de microondas com transformadas de Fouier. Há controvérsia ao considerar as interacções C-Hodontium como ligações de hidrogénio ou como simples interacções van der Waals. As interacções C-H\cdotsO têm sido estudadas em dímeros de éter dimetílico gerados em expansão supersónica e caracterizados por espectroscopia de microondas. Estas interacções têm sido analisadas nos complexos formados entre os alcanos substituídos de trifluorometano e difluorometano por oxirano, caracterizando a existência de interacções C-F\cdotsH-C que contribuem para a estabilização destes complexos. Ablação a Laser: Estrutura de Aminoácidos. Os aminoácidos têm pontos de fusão elevados (>200oC) e são apresentados em fases condensadas como formas dipolares (+H3N-CH(R)-COO-) diferentes das neutras das cadeias de polipeptídeos. Para obter a estrutura destas formas neutras é necessário experimentar numa fase gasosa, num ambiente sem interacção, tal como o de uma expansão supersónica. Para superar o problema da sua baixa pressão de vapor, foi concebido um novo instrumento que combina a espectroscopia supersónica de jacto de microondas com técnicas de ablação a laser que evita os métodos de vaporização de aquecimento que levam à decomposição de aminoácidos. Até agora, têm sido caracterizados vários conformadores dos aminoácidos naturais proline, valine, cis e trans-hidroxiprolina, serine, cisteína, ldots. Com este mesmo dispositivo experimental de ablação a laser tem sido igualmente possível gerar clusters metálicos como Si3, Se-Te, ldots, entre outros. Moléculas geradas por descargas eléctricas. Utilizando diferentes precursores (1,1-difluoroetileno, trifluoroacetileno, acetileno, pontos) foram gerados pela primeira vez e caracterizados pelos seus espectros rotativos na expansão adiabática de um instrumento MBFTMW equipado com um dispositivo de descarga. Solvação em fase gasosa. A formação de complexos de biomoléculas com água na fase gasosa é de grande importância para a compreensão da natureza da solvação à escala microscópica. Os complexos indolina, glicina, glicina (por ablação a laser), azetidinona, azetidinona, azetidinona, pontos e outros foram analisados na fase gasosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *