Curicó Unido: “É uma pena o que estamos a viver”

Despite Curico Unido anunciou na quarta-feira seis novos casos positivos de coronavírus no seu plantel, para elevar o total para oito, a equipa “tortero” teve de jogar o seu jogo de quinta-feira contra Huachipato o mesmo, no qual perderam por 1-0 no estádio da CAP em Talcahuano, porque a ANFP rejeitou o pedido para suspender o jogo.

A equipa da equipa maulino só descobriu ao meio-dia que tinha de jogar, por isso, sem treino, tiveram de viajar de autocarro. Por esta razão, os jogadores expressaram toda a sua indignação.

“É uma vergonha o que estamos a viver. Não sabíamos até ao último minuto se estávamos a viajar. Rastreabilidade, protocolo, análise de contactos próximos, não sei, parece que pediram reforço à Nasa, porque a verdade é inexplicável ter de viajar assim, “afirmou o meio-campista Carlos Espinosa.

“O bom é que representamos a nossa equipa de uma boa forma, os nossos colegas de equipa infectados, embora também estejamos a arriscar as nossas famílias. Mas vamos colocar o nosso peito às balas”, acrescentou ele.

ATON Chile

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *