Dia Nacional do México 2018: o que é o grito de Dolores?

Domingo seguinte, 16 de Setembro de 2018, é celebrado no México o Dia Nacional, uma das comemorações mais importantes do país.

O chamado ‘Grito de Dolores’ refere-se à Revolução Mexicana que teve lugar no ano de 1810. É assim denominada porque a cidade de Dolores, localizada no estado de Guanajuato, foi onde a Revolução Mexicana começou.

No início do século XIX, o país mexicano passou por mudanças sociais e políticas derivadas das reformas Bourbon. A fim de pôr fim ao domínio espanhol no país, foi conspirada uma conspiração que foi proferida na cidade mexicana de Dolores pelo padre Miguel Hidalgo y Costilla, que desempenhou um papel muito importante na luta para alcançar a independência do país.

Em 16 de Setembro de 1810, Hidalgo tocou os sinos da igreja. Reuniu os combatentes da independência e proferiu o famoso ‘Grito de Dolores’, um discurso em que encorajou os cidadãos mexicanos a revoltarem-se contra os espanhóis e a criarem um governo leal a Fernando VII. Um acto que é considerado o início da Guerra da Independência mexicana.

Onze anos depois, a 27 de Setembro de 1821, o México alcançou a independência e o país ficou conhecido como o Império do México, mas seriam necessários 15 anos para que a Espanha reconhecesse a independência da nação. Foi em 1836, após a morte de Fernando VII, que a Espanha reconheceu oficialmente o México como um Estado independente, livre e soberano.

Todos os dias 15 de Setembro, um dia antes do feriado nacional, o presidente da república toca os sinos do Palácio Nacional na Cidade do México e faz um discurso que dá nome aos caídos na guerra da independência. Um acto que abre as festividades do país.

A 16 de Setembro, Dia Nacional do México, milhares de mexicanos tomam as ruas para celebrar a independência e realiza-se um desfile militar patriótico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *