“Dosis de fertilización con óxido de magnesio en plántulas de palma aceitera (elaeis guineensis jacq.) en la etapa de vivero en la empresa plantaciones de Ucayali S.A.C.”.”

Esta investigação intitulada” Taxas de fertilização com óxido de magnésio em plântulas de palma aceitera (Elaeis guineensis Jacq.), na etapa de viveiro na empresa Plantaciones de Ucayali SAC “, implementada na empresa em questão, cujos objectivos eram: 1) obter mudas de óleo de palma (Elaeis guineensis Jacq), com bom crescimento e desenvolvimento vegetativo em condições de viveiro. 2) avaliar o efeito de quatro doses de óxido de magnésio quando fornecidas a Q – MAG® no crescimento e desenvolvimento das plântulas de palma 3) determinar qual da dose de óxido de magnésio é a ideal para corrigir a deficiência de Mg no cultivo da palmeira oleaginosa. O desenho foi o completo randomizado (RCBD) com três replicações e quatro repetições de tratamentos para TO (controlo), T1 (9 g de Q -MAG), T2 (13 g de Q -MAG), bloco T3 ( 17 g de Q -MAG), utilizando 20 unidades experimentais por tratamento, a distância de plantação foi O, 70 m entre linhas e O, 60 m entre plantas respectivamente O T3 ( 17 g de Q -MAG ) , tratamento obtido as médias mais elevadas em relação às variáveis altura da planta, comprimento das folhas, número de folhas, diâmetro do caule, comprimento da raiz, número de raízes e matéria seca Total com 86,86 cm, 65,96 cm de comprimento, 13,98 folhas, 65,26 mm de diâmetro, 77,33 cm de comprimento da raiz 26,33 , e 202,67 g respectivamente, peso, isto é uma consequência do aumento da dose de Q -MAG aplicada a diferentes tratamentos . Palavras-chave: palma, viveiro, plântulas, Dose, Q -MAG, Elaeis guineensis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *