Ele nunca foi italiano: Mario Bros é japonês, segundo o engenheiro da Nintendo

Mario Bros deve ser um dos personagens de videojogos mais conhecidos do mundo e um grande embaixador para a Itália, apesar de ter sido sempre japonês.

O acima foi revelado numa entrevista relatada por Kotaku e conduzida por Matt Alt, autor do livro Pure Invention: How Japan’s Pop Culture Conquered the World.

“Passei 2019 em digressão pelo Japão a pesquisar o meu livro em busca dos arquitectos do cool. Em Março encontrei uma verdadeira lenda: Masayuki Uemura, o engenheiro que concebeu a Famicom, conhecida como Nintendo Entertainment System,” Alt partiu.

No encontro, Uemura resolveu quaisquer dúvidas sobre a origem do cavaleiro bigode.

“Mario Bros não se passa no Japão, mas a personagem é japonesa. O nome Mario Bros soa italiano, mas não é”, disse ele.

Depois disso, explicou as razões do seu aparecimento, que Shigeru Miyamoto e a sua equipa imaginaram.

“Eles foram capazes de captar a ambiguidade. O número de pontos que se podia usar para desenhar as personagens era extremamente limitado, por isso Miyamoto-san foi obrigado a usar cores para as diferenciar”, disse Uemura.

“Ele passou muito tempo a trabalhar nas cores. No final, tornou-se a base de como um designer se pode expressar através de um jogo. Era um mundo totalmente novo”, acrescentou o engenheiro.

Após deixar a Nintendo em 2004, Uemura tornou-se professor no Centro de Estudos de Videojogos da Universidade Ritsumeikan de Tóquio, que agora dirige.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *