Letra ‘Hoody hoo’ de ‘TRU’ traducida al español (Português)

TRU
Hoody hoo

(master p)
Donand’t make me call the dogs (use my ghetto code)
Oh temos carne de vaca? (hoody hoo)
Represento o sul sujo
Para todos os meus bandidos e bandidos lá fora
Para o mundo
Encontrar bandidos bagunceiros sobre ele (onde eles estão?)
Onde estão os bandidos bagunceiros?
4 ou 5 hummers burban jag para o verão
Ss sentados 20and’s mas eu não sou nenhum atordoador de merda
Grab the gat where they at rat tat tat tat
Eu represento a 3ª ala
Você um novato, eu sou um veterinário, você é o capitão, eu sou o crunch
Você tem aquele jantar, tenho o almoço, acerto na erva, passo as bolhas
Os teus olhos vermelhos, tens as munchies
Como gostas de mim agora, dentes de ouro quando sorrio
Tenta levar-me para fora do gueto mas ainda estou buckwild
(chorus)
Então aperta o cinto negro, aperta o cinto negro
(hoody hoo!) que é o código para eles matarem
(hoody hoo!) aperta o cinto, aperta o cinto (o que queres fazer?)
(hoody hoo!) aperta o cinto, aperta o cinto (o que queres fazer?)
(hoody hoo!) aperta o cinto, aperta o cinto (o que queres fazer?)
(hoody hoo!) aperta o cinto, aperta o cinto (o que queres fazer?)
(hoody hoo!) aperta o cinto, aperta o cinto (o que queres fazer?))
(silk the shocker)
Um pelo dinheiro, dois pelo espectáculo
Três pelo meu negro, quatro para ir
Quando ouço o hoody hoo é hora de montar
Não deixe nada deslizar, não deixe nada deslizar
Se você falar do seu papel então grite (hoody hoo!)
Se você não se meter com eles os odiadores gritam (hoody hoo!)
Se você sobre grandes agradecimentos então grita (hoody hoo!)
Se sobre ter agradecido o grito (hoody hoo!))
(master p)
Quem, agarra-te ao papá, olha para os meus pés
Eu sei que estás a ficar rowdy e tudo
Kl, traz aquela batida de volta
(silkk the shocker)
Deixe cair a merda quente
Para que eu possa lidar com a nova merda, os seis azuis
Niggaz odeiam hoje em dia
Por isso adivinha o quê, i bulletproofed it
N-o-l-i-m-i para o t nigga
Tru é quem nós somos nigga
Então grita se estiveres comigo nigga
(chorus)
(c-murder)
Atraço do sul, tenho-os dourados na boca
Converso nos meus pés
As raparigas russas saltam o rabo à batida
Não somos nenhum niggaz limite, e nós remamos
Nós vamos ao clube e apanhamos o cabrão selvagem
Fuck, eu estive nas ruas
Descansar em paz para os meus pios
Ficar em casa se estiveres fraco, temos de nos despachar só para comer
E o canil pousou, todas aquelas raparigas não sabem dizer
Tru niggaz faz correio, todos aqueles que odeiam vão para o inferno
Atira e atira para o alto, até ao centro da cidade
Pode ser que te venhas a fazer palhaçada, por isso é melhor fazeres uma ronda
Tru niggaz quer tudo, nós vamos à bola até cairmos
Põe o meu tanque na parede, chamem o capuz, nigga
(coro a desvanecer)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *