Macon Bolling Allen: Números importantes na História Americana

<

Anos Anteriores

Macon Bolling Allen nasceu a 4 de Agosto de 1816 em Indiana, e cresceu como um homem negro livre. Aprendeu a ler e escrever sozinho, e aperfeiçoou ainda mais as suas competências enquanto ensinava outros depois de ter recebido o seu primeiro emprego como professor da escola. Mudou-se então para Portland, Maine no início da década de 1840 para estudar Direito. Em Portland, Allen fez amizade com um líder local anti-escravidão, o General Samuel Fessenden, que tinha o seu próprio escritório de advocacia. Allen foi convidado por Fessenden para se juntar à sua prática como aprendiz. Após vários anos de trabalho, em 1844 Fessenden apresentou Allen ao Tribunal Distrital de Portland e declarou que Allen deveria ser um advogado. Contudo, o tribunal rejeitou Allen com o argumento de que ele não era cidadão de Maine.

Career

Apesar de enfrentar uma rejeição tão dura, Allen não desistiu do seu sonho de exercer a advocacia. Fez o exame da Ordem e candidatou-se uma vez mais. Após passar o exame e receber a sua recomendação, Allen tornou-se cidadão do Maine e obteve a sua licença para aí exercer a advocacia a 3 de Julho de 1844. Mudou-se para Boston, Massachusetts em 1845, e passou no exame da Ordem dos Advogados de Massachusetts em 5 de Maio de 1845. Em Boston, abriu então o primeiro escritório de advogados afro-americanos nos Estados Unidos, trabalhando ao lado de Robert Morris, Jr. Três anos mais tarde, Allen passou outro exame e tornou-se Juiz de Paz do Condado de Middlesex, Massachusetts. Após a Guerra Civil, Allen mudou-se para Washington, DC, trabalhando como advogado para a Land and Improvement Association.

Contribuições Importantes

Allen era um advogado competente e dedicado, e ao mesmo tempo um activista político. Depois de se ter mudado para Charleston, Carolina do Sul, em 1868, tornou-se muito activo na política no meio da tensão racial na Era da Reconstrução Sul. Candidatou-se a Secretário de Estado em 1872, embora não tenha sido eleito para o cargo. No entanto, a sua campanha e a forte posição que tomou aumentou muito a visibilidade dos afro-americanos na política, e trouxe mais atenção às questões que lhes diziam respeito. Sendo o primeiro afro-americano a passar um grande exame da Ordem dos Advogados e a obter licença para exercer a advocacia, foi também o primeiro afro-americano a ocupar um lugar na magistratura. Como tal, estabeleceu um precedente crucial e também inspirou outros afro-americanos a perseguirem os seus próprios sonhos.

desafios

Embora os seus conhecimentos e habilidade, foi muito difícil para Allen encontrar trabalho no início no Maine, uma vez que os brancos não estavam dispostos a permitir que um afro-americano os representasse em tribunal. Allen foi obrigado a deslocar-se, e fez mais exames e trabalhou para provar as suas capacidades noutros locais. Enfrentou constantemente discriminação e preconceito tanto no seu trabalho como na sua vida pessoal, mas nunca deixou de perseguir os seus sonhos ou de atingir o seu potencial. Percebendo os tremendos problemas causados pelo racismo sistémico em toda a sociedade americana, usou a lei como um meio eficaz para combater a injustiça e lutar pela libertação e igualdade afro-americana.

Death and Legacy

Allen morreu em Washington, DC, a 10 de Outubro de 1894, aos 78 anos de idade. A National Bar Association homenageou-o pelos seus cinquenta anos de serviço dedicado. Foi o primeiro afro-americano licenciado para exercer a advocacia, bem como o primeiro afro-americano a ocupar cargos judiciais. Ajudou a promover a abolição da escravatura e da discriminação durante a sua vida, quando ainda eram práticas generalizadas e aceites. Muitas organizações, associações de bares, e grupos de direitos civis foram nomeados em sua honra.

Muitas organizações, associações de bares, e grupos de direitos civis foram nomeados em sua honra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *