Nadação OnLine

O resumo seguinte é do “Manual de Treino de Natação” de Kelvin Juba
TREINAMENTO PARA CONCORRÊNCIAS
Nadar por prazer
Nadar por prazer, mas também se pode decidir treinar para participar em competições. É uma perspectiva que não deve ser assustadora: muitos nadadores lentos participam em competições para melhorar e desfrutar das oportunidades sociais oferecidas.
Na natação de Masters foi concebida para oferecer a oportunidade de competir a todos os níveis e em todos os traçados. De acordo com as regras da FINA; “O programa de mestrado promoverá a aptidão física, amizade e compreensão através da natação, mergulho, natação sincronizada, pólo aquático, e natação em águas abertas, entre concorrentes com uma idade mínima de 25 anos”. O movimento é agora mundial e permite aos nadadores adultos competir durante todo o ano em diferentes partes do mundo com pessoas de idades semelhantes. Os grupos etários estão divididos nos seguintes blocos: 25-29, 30-34, 35-39, 40-44, 45-49, 50-54, 55-59, 60-64, 65-69, 70-74, 75-79, 80-84 e 85 ou mais. Para a fixação de registos, os grupos etários são alargados de 85-89, 90-94, 95-99, 100-104. Normalmente as competições são realizadas dos mais lentos para os mais rápidos, tornando possível que pessoas do mesmo nível possam competir umas contra as outras. Normalmente não há tempos de qualificação para a participação, pelo que as competições estão abertas a todos.
Nas provas de estafetas, a FINA estabelece que a participação da equipa se baseia na soma das idades dos participantes na equipa (por anos completos): 100-119, 120-159, 160-199, 200-239, 240-279, 280-319, 320-359 anos e depois, em incrementos de 40 anos, até ao total requerido.
A competição de Mestres é de dois tipos: curta e longa distância. O curso curto é realizado em piscinas de 25m ou menos e o curso longo em piscinas de 50m.
br> Onde se começa?
br>>Imagine um nadador que tem praticado por diversão, e agora por onde começa para se tornar um nadador competitivo? Como se faz? Provavelmente, a melhor coisa a fazer é contactar uma associação de natação.
No início, surgem muitas questões, tais como:
Que velocidade tenho de desenvolver para poder competir?
Não é preciso ser muito rápido – a natação de mestres é considerada o epítome do espírito da natação de Corinto.
Quantas vezes tenho de treinar para atingir um nível adequado para competições de mestrado?
Não há regras definidas, mas um objectivo realista seria quatro sessões de uma hora por semana, tentando nadar 2500m a 3000m por sessão. É aconselhável nadar e competir em competições com parceiros.
br>Que tipo de estrutura têm as competições?
Há uma progressão na estrutura que torna mais fácil para o nadador adaptar-se ao sistema. Pode começar em eventos locais e passar a competições abertas, depois a competições abertas nacionais e finalmente a competições abertas internacionais.
br>É necessário ter competido em eventos júnior antes?
Desde modo algum. Não é necessário ser um nadador experiente para participar. De facto, muitos nadadores Mestres comentam que conseguem melhores tempos quando são mais velhos do que quando eram rapazes da escola.
br> Um ponto interessante a ter em mente é que muitos nadadores que detêm recordes mundiais ou que são campeões olímpicos participam em competições de Mestres. É por isso fácil esfregar os ombros com estrelas do passado, mesmo que elas concorram em corridas de nível superior.
O QUE É NADO DE MESTRE
Porquê então participar na natação de Mestres?
* é uma oportunidade de competir
* é uma forma de se divertir
* é uma oportunidade de fazer amigos e socializar
* é uma oportunidade de viajar e conhecer pessoas
* se já competiu antes, é uma oportunidade de alcançar os amigos
* recupera a emoção da competição que experimentou na sua juventude
Muitas piscinas que têm sessões de fitness asseguram que as amizades que lá faz duram muitos anos.
CALENDÁRIO DE CONCORRÊNCIA:
Existe uma vasta gama de eventos e distâncias em oferta. O programa dos concursos internacionais inclui o seguinte:

>td colspan=”5″>Eventos individuais>td>Freestyle (m).

>Butterfly (m)

>50

>>50

100

200

200>200>200

400

Backstroke (m) Breaststroke (m) Medley (m)
50 50 50 50 50 50 -.
100 100 100 100
200
400
800 —- —>/td> >—
1500 —>/td> –/td>

>Estilo Árvore (m)

>Butterfly (m)

>200->>->>>>>>>—.–>—

>>200

Teste de. Relés
Backstroke (m) Breaststroke (m) Medley (m)

Para progredir de acordo com os objectivos do nadador, O nadador deve estabelecer uma estratégia de natação – importante para a formação, bem como para os eventos. A primeira coisa é ter uma visão a longo prazo: a estratégia baseia-se em onde o nadador está agora, onde quer estar no futuro e como pretende lá chegar, pelo que a perspectiva a longo prazo é fundamental. As metas e objectivos gerais do programa de natação devem ser tidos em conta. O treino para competir em Masters ao mais alto nível? Quer apenas manter um certo nível de aptidão, ou competir para manter os tempos anteriormente alcançados, apesar dos anos que passaram? Todas estas são razões perfeitamente válidas para participar, mas a diferença de objectivos determinará a forma de proceder. Para estabelecer objectivos deve pedir conselhos ao seu clube e sobretudo avançar pouco a pouco, dividindo a época em diferentes fases.
TREINAMENTO ANTES DE UM CONCURSO
O período que antecede uma competição requer sempre um treino diferente à medida que o nadador se prepara para a batalha física e mental que se avizinha. Aqui estão algumas das coisas que deve fazer:
* reduzir as distâncias que nada
* aumentar a velocidade das distâncias ou comprimentos
* reduzir o número de repetições
* descansar o mais possível entre sessões de treino para permitir ao seu corpo recuperar da acumulação dos efeitos do treino
* tonificar para baixo o treino de força
* manter um alto nível de treino de flexibilidade
* preparar-se mentalmente para actuar a um nível elevado no próximo evento
* dormir o máximo possível
* partidas e voltas perfeitas
* visualizar a situação da corrida e preparar-se mentalmente para ela
Preparação da corrida, período de afinação:
Durante o período de afinação, o nadador suaviza a preparação com vista à competição, a fim de relaxar fisicamente e de estar mentalmente alerta. O processo de afinação pode variar de nadador para nadador, geralmente consistindo em pausas mais longas entre repetições, menos sessões de treino, distâncias mais curtas para melhorar a velocidade, e mais sono. Estes factores combinados levam o nadador a atingir um pico.
Saber o grau de afinação necessário requer uma prática considerável, especialmente porque varia consideravelmente de um indivíduo para outro. A única forma de determinar isto é tentar variações diferentes. Por vezes, os nadadores descansam demasiado e perdem a forma crucial baseada na resistência que alcançaram durante o treino. Isto manifesta-se num mau desempenho, por exemplo, nos últimos 30m de uma corrida de 100m. Pelo contrário, há nadadores que não descansam o suficiente e sentem-se demasiado cansados e não estão suficientemente alerta para competir.
O DIA DO TRIAL
O nadador tem estado a treinar há vários meses para este dia e deve evitar estragá-lo com uma má abordagem e um mau planeamento. Aqui estão algumas dicas gerais de preparação para o dia da corrida.
* Levante-se razoavelmente cedo para pôr o seu metabolismo a funcionar. A noite de sono terá sido repousante.
* Comer um pequeno-almoço rico em hidratos de carbono, com algumas proteínas e pouca gordura, uma vez que leva tempo a digerir. Se a competição for à tarde, a refeição principal (rica em hidratos de carbono) deve ser comida pelo menos 2 horas antes do início da prova.
* Faça uma pequena caminhada antes da corrida para remover qualquer rigidez do sistema corporal.
* Quando chegar ao local da competição, faça um bom aquecimento. Isto consistirá de meia hora a uma hora de natação, também praticando largadas e curvas.
* Lembre-se de beber cada hora para evitar a desidratação.
* Manter quente – isto inclui o uso de calçado de treino para evitar a perda de temperatura corporal através das solas dos pés.
* Manter quente – isto inclui o uso de calçado de treino para evitar a perda de temperatura corporal através das solas dos pés.
* Ter um bom conhecimento da corrida, saber onde está tudo, como a piscina de aquecimento, a área de apresentação, etc. e saber o tempo de apresentação e o número da corrida.
* Há ainda outra dica útil antes do início da corrida. Enquanto se espera, é comum os nadadores ocuparem lugares atrás do início. Este é o momento de nadar com a mente, percorrendo o percurso, recordando todos os pontos-chave como a partida e a curva e terminando a corrida com os braços bem esticados. Este processo mental ajuda a produzir adrenalina no momento certo – imediatamente antes do início da corrida. Se analisar a corrida com mais antecedência, a adrenalina já terá desaparecido nessa altura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *