Não iniciar um restaurante, iniciar um negócio imobiliário

Por Editor
11 de Setembro de 2018
10035

Partilhar:

>div>>

Rodrigo Dominguez | Madrid

McDonald’s nada mais é do que um negócio imobiliário disfarçado de restaurante de fast food. Aí deixo-vos com a minha primeira manchete de ‘The Founder’, um filme realizado por John Lee Hancock e protagonizado por Michael Keaton no papel de título. Mas há muito mais, ‘O Fundador’ é um filme que todos os hoteleiros deveriam ver porque diz como e porquê o sistema McDonald’s foi criado nas cozinhas e algumas outras anedotas dignas de nota sobre os seus restaurantes.

Antes de falar sobre o meu livro, vou dizer-vos algo asséptico sobre a sinopse para que conheçam a trama do filme. Na década de 1950, Ray Kroc (Keaton) é um vendedor de misturadores industriais que descobre um hambúrguer conjunto no sul da Califórnia gerido por Richard e Maurice McDonald. Os irmãos criaram um sistema brilhante para preparar hambúrgueres em 30 segundos em vez de 30 minutos. Kroc acredita no projecto e convence-os a franqueá-lo e a expandi-lo. Depois vem o desacordo, a traição e, finalmente, até o roubo do nome dos criadores da ideia original. E assim nasceu a cadeia Mcdonald’s que conhecemos hoje.

p>Aqui que deixo a caravana. Faz-nos querer vê-lo. A história engancha e Keaton está fora.

p>Antes de a ver, devemos ter presente que ‘O Fundador’ é um filme sem uma moral clara. Coloca um dilema moral, efectivamente, para aqueles que o desejam. O capitalismo dando origem a um comportamento empresarial sem escrúpulos, à bolha da habitação e à especulação. Mas não há nenhuma posição tomada pelo director. Assim todos se posicionam, se puderem, de acordo com a sua ideologia.

<

Os ensinamentos do Fundador do McDonald’s.

O filme mostra algumas passagens muito interessantes da inovação dos irmãos McDonald, como quando mostram a Ray Kroc como funciona a sua cozinha.
“Speed, esse é o grande segredo”, diz Maurice McDonald a Kroc. Os hambúrgueres no seu restaurante têm dois pickles, uma pitada de cebola e uma dose precisa de ketchup e mostarda. Tudo é muito comedido, os escândalos são perfeitos e só se vendem hambúrgueres. Desta forma, é muito difícil cometer erros com os custos. Eles próprios criaram manualmente alguns dos utensílios para preparar os hambúrgueres.
br>Aqui está o vídeo em espanhol latino.
<

<

h2>O sistema McDonald’s para gerir o fluxo de trabalho.

‘O Fundador’ é uma mina de momentos que agradará a qualquer hoteleiro. Já o partilhei no Idea Bar para explicar como os irmãos Massart conceberam a sua cozinha, mas o fragmento do filme que explica o método que os irmãos McDonald seguiram para corrigir erros e melhorar o fluxo de trabalho na cozinha é uma jóia. Um campo de ténis, giz, os trabalhadores, e aí começa uma história gigantesca. Muita atenção a esse momento.

McDonald’s é, em última análise, um negócio imobiliário.

As exigências do contrato dos irmãos McDonald’s, o fraco controlo sobre os franchisados e a falta de liquidez sufocaram Ray Kroc como o homem responsável pela expansão do negócio.Qual foi o erro? “Se não se está a ganhar dinheiro, é porque algo está errado”, diz-lhe um conselheiro financeiro, propondo a solução final para os seus problemas. “O negócio não é em hambúrgueres, é em bens imobiliários”. Este conselheiro com poucos escrúpulos sugere a compra das parcelas de terreno que depois arrenda obrigatoriamente aos franqueados. A mudança na gestão irá proporcionar-lhe um fluxo de receitas constante e mais capital para expansão. Pelo contrário, ele acabará por expulsar os irmãos que criaram o sistema.

Tem de ver ‘O Fundador’ se ainda não o fizeram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *