NLP: Programação Neurolinguística

O que peço no Natal…

P>Pedi que a ternura do Natal,

Do presente esteja contigo,

Que o teu passado que já não te mancha,

Mas que funcione como um guia para ti,

Que o pensamento do teu futuro te dê alegria,

Pode a tua estrela de Natal ser também minha,

Para que juntos a possamos tomar,

E aumentar o seu brilho à medida que a apertamos,

Fresco, sereno, e sem espinhos.

Deixe que haja uma linha serena à sua esquerda,

Deixe-o lembrá-lo das coisas boas que fizemos,

Deixe que na sua oscilação seja depositado no seu peito,

Deixe que este momento não se perca,

E carregue-o com a força da terra,

A um futuro cheio de lucro.

P>Pode a partir da sua mão direita sair pelo seu corpo,

Para o lugar que estamos a descobrir,

Que nos leva aos cem anos,

Aonde viveremos o tempo perfeito.

Desejo que passe pela vida,

Como neste Natal cheio de cheiros,

Desfrutando do seu néctar e sabores,

Escutar a sua música favorita.

E deixa o menino Jesus desenhar um círculo,

Tudo cheio de cores cintilantes,

Onde colocas o desejo e a alegria,

Que a paz te acompanhe sempre.

Que seja preenchido com a Estrela de Belém,

Do que sabes e queres estar contigo,

Do que tens, e queres lutar por,

A tudo o que te leve a fazer o bem.

E que não pares, que saltes,

Após um passo ser preenchido com presentes,

P>Que os três reis te cubram com o seu manto,

Com as luzes e a cor de um homem santo.

E que nada te pare, que não pares,

Pode essa luz levar-te ao teu destino,

à missão que colocas no teu caminho,

E que possas mudar quando partires.

Que saibas quem és e que queres encontrar-te,

Que te ames como amas tantos,

Que os títulos que o teu peito te dá,

Dá-te a liberdade de estar errado.

Que possa acreditar mais no que tem agora,

Que possa valorizar mais o que agora o acompanha,

E que possa empreender este grito de Campanha:

“Eu posso, o que pensa?”

Quero que sejas capaz como tens sido agora,

de fazer o que quer que te leve aos teus objectivos,

E quando descansares tão perto da grandeza,

Lembra-te que aqui está o teu grande amigo.

Um Abraço de Paz, Feliz Natal!

Lucindo Mora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *