Telemetro.com (Português)

NEW YORK (AP). Marvin Lewis ganhou o prémio de treinador do ano da The Associated Press’ NFL no sábado depois de levar o Cincinnati Bengals aos playoffs durante uma época marcada pela tragédia.

Os Bengals ganharam a Conferência Americana do Norte com um recorde de 10-6, apenas o seu título da segunda divisão desde 1990, ambos sob a direcção de Lewis. E fizeram-no apesar das mortes do largo receptor Chris Henry e Vikki Zimmer, a esposa do coordenador defensivo Mike Zimmer.

As famílias dos jogadores de futebol também foram afectadas pelo tsunami nas Ilhas Samoan.

Lewis recebeu 20 1/2 votos na sondagem AP de 50 escritores desportivos que cobriam a NFL. Ele eliminou o Sean Payton de Nova Orleães (11 1/2), o Norv Turner de San Diego (9) e o Jim Calwell de Indianapolis (7). Andy Reid da Filadélfia e Ken Whisenhunt do Arizona tiveram um voto cada”, disse Lewis, cuja sétima temporada com os Bengals terminou com uma derrota de 24-14 para os Jets na primeira volta dos playoffs. “Nunca pensei que isso pudesse acontecer, mas sinto-me honrado. Trocá-lo-ia para continuar a jogar”

“Para mim, isto é mais um reconhecimento para a organização, para a equipa técnica e para o seu trabalho árduo, e para os jogadores”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *